奈落 (Naraku)

Letra: RUKI
Melodia: RUKI
Inglês: heresiarchy


Notas sobre a música:

Essa música é sobre um relacionamento S&M, onde a garota protagonista está fingindo ser uma masoquista pra satisfazer seu namorado sádico. Ela finge mesmo não gostando, esperando que ele a ame tanto quanto ela ama ele, ela deseja que ele fale que ama ela quando eles não estão fazendo sexo, mas ele não se importa.


奈落/Naraku (Inferno) [TRADUÇÃO]

 

Meus instintos conflitantes e corpo

Performaram uma inversão latejante

Para que eu pudesse te abraçar em paz

 

Nós dois estávamos muito bonitos

Porque conhecíamos a impureza muito bem

 

Depois que a luxúria passar, eu quero que você me diga “eu te amo”

 

Como que para me ridicularizar, você deseja essas feridas de nudez

Porque eu senti você mais profundamente que a dor

Eu posso continuar fingindo

 

Meu senso e corpo enfraquecidos enfrentaram essa opressão pulsante

Para que eu pudesse satisfazer naquelas mãos

 

Nós dois estávamos muito bonitos…

 

Depois que a luxúria passar, eu quero que você me diga “eu te amo”

 

Como que para me ridicularizar, você deseja essas feridas de nudez

Enquanto meu corpo afunda em dor, eu penso em você

Eu só quero acreditar naquelas mãos deslizando pela minha nuca

 

Entre amor e ódio, eu sonhei

Que o calor estava acabando

Ao final do amor, eu acreditei estar cheia de paixão

 

Eu vi o inferno


奈落/Naraku [ORIGINAL]

掛け違う本能と身体
脈打つ「逆」を演じてた
静かに縋り付くように

二人はとても奇麗だった
「汚れ」を知りすぎてたから

ばらばらに散る情欲の先に愛していると答えて

嘲笑うかのように剥き出しの傷を欲しがる
痛みよりも深くあなた感じてたから
演じてゆける

壊れてく理性と身体 脈打つ「虐」を見つめてた
その手に溺れるように

二人はとても奇麗だった…

ばらばらに散る情欲の先に愛していると答えて

嘲笑うかのように剥き出しの傷を欲しがる
痛みに身を沈めあなた思う

首筋を這わせるその手さえ信じていたい

愛憎の狭間 夢を見ていた
温もりが剥がれてゆく
情欲に塗れ信じた愛の終わりに

奈落を見た


奈落/Naraku [ROMAJI]

 

kakechigau honnou to karada
myakuutsu “gyaku” wo enjiteta
shizuka ni sugaritsuku you ni

futari wa totemo kirei datta
“kegare” wo shirisugiteta kara

barabara ni chiru jouyoku no saki ni ai shite iru to kotaete

azawarau ka no you ni mukidashi no kizu wo hoshigaru
itami yori mo fukaku anata kanjiteta kara
enjite yukeru

kowareteku risei to karada  myakuutsu “gyaku” wo mitsumeteta
sono te ni oboreru you ni

futari wa totemo kirei datta …

barabara ni chiru jouyoku no saki ni ai shite iru to kotaete

azawarau ka no you ni mukidashi no kizu wo hoshigaru
itami ni mi wo shizume anata omou

kubisuji wo hawaseru sono te sae shinjite itai

aizou no hazama  yume wo mite ita
nukumori ga hagarete yuku
jouyoku ni mamire shinjita ai no owari ni

naraku wo mita


Imagem do encarte: